WINUSB Criando pendrive bootável do Windows pelo Debian


Baixando e instalando o winusb
Debian - Linux
Você que é utilizador do sistema Linux, porém precisa criar um pendrive bootável do Windows, não sabe como criar, então você esta no lugar certo. Aqui apresentaremos o aplicativo Winusb em deb, para instalar na sua distro Debian  amd64, o nosso diferencial é que, o programa será disponibilizado sem frescura, de por propaganda no link ou link do programa que na realidade vai para outra pagina do próprio site.
A pior coisa e você necessitar de um programa e muitos se aproveitarem de sua necessidade, cansado disso vamos apresentar como o software funciona e o próprio software com link direto disponibilizado no Dropbox.
O link da versão 64 para Debian com a libwxbase >2.8.12... aqui
O link da versão 64 para Debian com a libwxbase <2.8.12... aqui 

INSTALAÇÃO

Como todo aplicativo deb, super fácil é a instalação basta apenas estar com o arquivo em mãos e só executá-lo com seu instalador de arquivos deb, no meu caso uso o Gdeb , logo apos ira pedir a senha do root, pronto só desfrutar cirando seu pendrive bootável do Windows dentro de uma distribuição Linux

Baixando o winusb arquivo direto
Executando a instalação do WinUSB

Fim da isonomia - Entenda este impacto no seu bolso


Fim da neutralidade Americana, acende pressão por parte das empresas de telecomunicações brasileiras para fim semelhante no Brasil


Fim da isonomia na internet
Atualmente a lei brasileira inserida no marco  civil da internet capitulo III, da provisão de conexão e de aplicações de internet, seção I da neutralidade de rede "Art. 9o O responsável pela transmissão, comutação ou roteamento tem o dever de tratar de forma isonômica quaisquer pacotes de dados, sem distinção por conteúdo, origem e destino, serviço, terminal ou aplicação." e tem mais, veja em marco civil, planalto.

Esta lei garante  o principio do direito de que todo pacote de dados que o cliente contrata não tenha distinção de tratamento, não devendo haver nenhuma distinção entre pacotes por exemplo do trafego do Netflix, Youtube, Utorrent, com isso temos a garantia por lei que todos os provedores de internet não limitem o trafego do seu Netflix e deixem sua banda total focada somente na navegação em sites.
Por isso esta pratica é proibida e pouco usada mesmo que ocultamente no âmbito da lei, porém no Brasil as operadoras não gostam de segui o que é bom de lá de fora, e gostam de seguir coisas que só beneficiam elas, após uma mudança nas leis dos EUA(Estados Unidos da América) a lei foi aprovada pelo presidente ao apelo das empresas por lá, e agora aqui, elas querem empurrar os senadores para que mudem as leis do marco civil, anteriormente tivemos uma tentativa de mudar o tipo de cobrança feito sobre a venda da internet aos cliente.

Um pouco de Historia contemporânea

Em meados do ano 2016, as mesmas operadoras queriam colocar  a quantidade de internet fixa por pacotes, porém como o apelo da população contra esta mudança foi muito imensa os senadores preferiram não sancioná-la, mas agora as prestadoras de serviço, querem seguir esta mudança ocorrida em outro pais, convenhamos gostaríamos que pelo menos que elas seguissem as coisas boas da infraestrutura da internet nos EUA, mas isso isso não, pois alegam que não possuem condições de reformular a estrutura, mas mudar a forma de cobrança e tratamento sempre eles querem empurrar para os clientes.

Vamos entender como isso impacta no seu bolso

Começaremos como um exemplo atualmente você contrata uma certa velocidade de internet uma franquia com certa velocidade estipulada, com isso você contrata uma internet de 2Mbs, usa ela para assistir filme no Youtube, acessar o Facebook, o tratamento atualmente destes dois tipos de protocolo são diferentes o Youtube e acessar um Facebook, para o cliente isso passa a despercebido, pois é uma implementação de rede não é levada em questão de uso, porém para os administradores um filme rodando pesa mais do que um acesso ou dez acessos ao Facebook, com a nova proposta de mudança eles poderão aplicar a diferença em seu bolso criando pacotes de trafego por aplicações ou acesso.

Modelo atual de venda de aceso
Modelo atual de venda de aceso
Na pratica eles podem criar pacotes de acesso ao Facebook, pacote de acesso ao Netflix e um pacote de acesso ao Youtube, independente do seu contrato, poderiam limitar sua internet de 2Mbs que dá uma taxa de 250kb's Calculo 2Mb =2000kb/8 = 250kbp's, então sua internet com velocidade download de 250kb's para o acesso a internet, acessando os sites porém quando visitar o Youtube podem limitar este acesso a 50kbp's teoricamente, e para você poder assistir seu video com uma velocidade razoável terá que pagar um valor diferente para usufruir do serviço.

Então você esta contratando internet ou TV a cabo?


Sim isso mesmo, um bom exemplo só as TVs a cabo onde o cliente paga por pacote de canais que ira assistir e os que ficam fora do pacote só bloqueados, sendo que para a internet irá ter pouca diferença.
Os focos desta mudança são velocidade para cada produto ou serviço, preço a cada franquia e olho no conteúdo acessado pois só assim poderão distinguir o que esta acessado e franquiá-lo por pacote.

Alegação das operadoras

Que com esta mudança poderão arrecadar capital suficiente para, poderem assim fazerem as mudanças na infraestrutura e "entregar aos clientes uma internet que presta", até parece que da forma que estão as cobranças sobre os pacotes de dados e de dados moveis já não são suficientes para fazer tal reformulação estrutural.

Se deixarmos ocorrer esta mudança os pontos principais que ela tem?

Se quiser usufruir todos os benefícios que hoje por mais ruim que seja, se esta lei for sancionada você terá que fazer uma salada mista de valores para cada site ou aplicativo que usufruir.
Nós do Blog do KDS apoiamos a isonomia da internet, e vice depois de saber um pouco mais o que acha, não aceite calado mudanças que só pensam no nosso bolso e não trará nenhum beneficio a nos clientes.

Como imprimir uma pagina de teste de impressora fiscal e não fiscal


imprimindo pagina de teste de impressora pelo CMD
Impressora Daruma Dr700
Mesmo com o surgimento das tecnoligas das coisas, no ambiente industrial possuimos muitos equipamentos que utilizam padroes de conexão criados há um bom tempo, neste ambito muitos técnicos novos que estão surgindo no mundo em que a maioria dos equipamentos são conectados via rede wifi ou cabeada, lidamos com equipamentos que utilizam conexões RS 232 db9, aqui abordaremos o comando para você testar em qual porta serial esta conectada sua impressora fiscal ou não-fiscal com um print simples.
Para isso vá ao CMD e digitar o comando DIR > COM2
se a sua impressora estiver conectada a porta serial COM2 sairá uma pagina contendo informaçoes dos principais diretorios do windows, se não sair veja quais os numeros das portas presentes no seu windows.

Como criar um banco de dados no MariaDB


Principais comandos DDL

Como criar um banco de dados no MariaDB



Partimos para mais um tutorial, agora com a finalidade de criarmos um pouco mais de conhecimento juntos pois ao mesmo tempo que compartilhamos o conhecimento adquirido em sala de aula, estamos também criando um conhecimento em comum.
Criar um banco de dados não e algo tão, difícil como muitos dizem por ai, e claro que com o passar do tempo e o aumento das propriedades a tendencia e de cada vez ser necessarios codigos mais robustos e ao mesmo tempo sofisticados para bom funcionamento do mesmo.
Então artiremos com a criação da base de dados que iremos trabalhar, irei criar um banco de dados SQL (Structured Query Language)usando o MariaDB cobre a licença OPENGL.
Linguagem DDL (Data Definition Language) e uma linguagem dentro de banco de dados que serve para criação, alteração, exclusão, renomeação, manipulando diretamente das tabelas e dos dados.
Necessidades:
Você gosta de softwares livres, porém as vezes precismos ter experiência com produtos comerciais ou mais usados pelas empresas, então se neste caso você precisar de usar o MySql não deixe de ler:  Como instalar o mysql no debian 8

O principais comandos DDL SQL

CREATE Comando usado para criação de banco de dados e tabelas
CREATE DATABASE nome_do_banco_de_dados;
CREATE TABLE nome_da_tabela; //sem inserção dos campos da tabelaou CREATE TABLE funcionarios ( // com inserçao de campos na tabelacodigo_func int(),nome_func varchar(100),)
ALTER  ADD/DROP Comando usado para alterar basicamente uma tabela, e em conjunto com os comandos ADD e DROP podemos também ADICIONAR OU DELETAR colunas na tabela.

ALTER TABLE funcionario ADD cpf int(11)
funcionarios(codigo_fuc int(),nome_func varchar(100),cpf int(11),)

Comando para excluir uma coluna de uma tabela

ALTER TABLE funcionario DROP COLUMN codigo_func int()
funcionarios(nome_func varchar(100),cpf int(11),)

Comando para excluir uma tabela ou um banco de dados já criado

DROP TABLE funcionarios // excluir a tabela funcionário e todo o seu conteúdo.
Excluir banco de dados
DROP DATABASE empresa // exclui todo o banco de dados com seu conteúdo(operação não reversível).
Excluir o conteúdo de uma tabela
TRUNCATE TABLE funcionarios
EX:
funcioarios (//campos null)

RENOMEAR TABELAS

O comando para renomear tabelas criadas é o RENAME
RENAME TABLE funcionarios TO funcionario_ti

Usando os comandos DDL SQL na pratica

Na pratica iremos abordar os comandos via shell (terminal usando o Linux – Debian Jessie.
1.    Abra o Shell e logue como root # com o comando Su
2.    Agora vamos entrar no SQL com o comando mysql -u root -p
3.    Comando para criação do banco de dados: create database funcionarios;
4.    Após a criação da tabela sempre gostamos de visualizar o trabalho criado, para isso usamos o comando: show databases
5.    Para entrar na base de dados criada e podermos aplicar os comandos DML, use o comando: use funcionario:

6.    Para deletar uma base de dados criado usaremos o comando: drop database.
Ex: drop database funcionario

Saiba mais sobre o projeto MariaDB
Saiba mais Sobre o Debian              

Saiba mais Sobre a linguagem SQL

Único jeito de Corrigir: Spooler de impressão parando sozinho Windows - Todas as versões


O spooler de impresão e um serviço nativo incluído no sistema operacional, de acordo com Wikepedia "O Spooling ou simplesmente Spool
Tudo funciona menos a impressão

O spooler de impresão e um serviço nativo incluído no sistema operacional, de acordo com Wikepedia "O Spooling ou simplesmente Spool (do acrônimo Simultaneous Peripheral Operations On-line) refere-se a um processo de transferência de dados colocando-os em uma área de trabalho temporária onde outro programa pode acessá-lo para processá-lo em um tempo futuro" ordenando as impressões em sequência para sua posterior impressão.
Em certas circunstancias este serviço pode passar por instabilidades em sua função acarretando paradas indesejadas do mesmo, neste caso a própria Microsoft em Technetindica o reinicio do serviço ver link, contudo, este paliativo não resolve o caso aqui em especifico sendo necessário partimos para algo mais funcional, então vamos começar!.


1. Clique na sequência de teclas "Windows + R" nesta tela que vai abrir digite "services.msc".
Executar do windowws + R


2. Procure pelo serviço "Spooler de impressão" clique com o botão auxiliar em "Propriedades de Spooler de impressão".


3. Agora clique em parar o serviço.


4. Vá no caminho da pasta "C:\Windows\System32\spool\PRINTERS" e nela apague tudo que tiver dentro dela pastas e arquivos.


pasta de conteúdo dos arquivos de spool de impressão

5. Agora volte ao passo "3. Agora clique em parar o serviço" porém agora você irá ativar o serviço e faça os teste de impressão e reinicio da maquina em questão.

Fontes e Citações:
Wikepedia - Spooling
Technet - Impressora só funciona quando reinicia spooler de impressão

Criando amplificador de audio com 1 transitor PNP


Faça facilmente um amplificador, modo iniciante
Amplificador transistorado PNP

Nesta postagem criaremos facilmente um amplificador de áudio com um transistor PNP, encontrado facilmente em equipamentos como placas de rádio, TV, No-break, ideal para celulares ou computadores PC ou notebook para ter aquele áudio mais alto e de melhor performasse.
A amplificação do sinal vem do transistor (IRFB3306), facilmente encontrado ou um similar PNP com as mesmas características, ver mais detalhes no datasheet.
O circuito é muito simples de ser montado e não vai requerer muito conhecimento técnico de eletrônica, este equipamento é para quem gosta de criar seus pequenos projetos e aprender um pouco sobre a área da eletrônica, mas sem deixar a informática de lado, já que nosso conteúdo e em particular voltado a área de TI, mas TI sem eletrotônica e que nem bolo sem cereja, temos que ter um pouco de ambas as áreas para se trabalhar com tecnologia então, arregasse as mangas e mãos a massa.

Material:

criaremos facilmente um amplificador de áudio com um transistor PNP
Componentes da montagem do amplificador


01 transistor IRFB3306
01 Resistor de 1 k (esquema de cores na imagem)
01 Capacitor eletrolítico de 1000uf 25v ou de 1000uf 10v
01 Alto Falante Diâmetro: 2.5 inch
01 Carregador de 5V a 9V 
01 Conector Macho de áudio P2

Especificações:

- RMS: 5 Watts;
- Alto Falante Diâmetro: 2.5 inch;
- Alimentação:  9V; 

Esquema eletrônico:




Esquema eletronico da montagem de amplificador de audio com um transistor
Esquema eletrônico


Dica: 
  • O áudio vindo do conector positivo P2, entra na entrada (in) direto no polo negativo do capacitor.
  • O polo positivo do capacitor esta conectado ao coletor do transistor.
  • O resistor será conectado no coletor e sua saída na base do transistor fazendo uma ponte de sinal.
  • Na saída do resistor ira ser conectado ao fone.
  • A fonte de alimentação será conectado o polo positivo no alto falante.  
  • Todos os negativos serão ligados (fonte,conector P2, e emissor do transistor 

Erro (MSG001) - Sisfies


Erro (MSG001) - Sisfies
Figura 01 - Erro (MSG001) - Sisfies

Erro (MSG001) - Sisfies


O Fundo de Financiamento Estudantil do Ensino Superior (FIES) é um programa social criado pelo Ministério da Educação(MEC), ele tem o intuito de proporcionar um financiamento para os custos com as despesas dos alunos matriculados nas Instituições de Ensino Superior(IES). Para participar deste financiamento o aluno dever estar matriculado na instituição por meio do vestibular ou pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova elaborada pelo Ministério da Educação para verificar o domínio de competências e habilidades dos estudantes que concluíram o ensino médio Quando depois de todo o caminhar o aluno já consegui adquirir o financiamento, os marinheiros de primeira viajem podem ficar um pouco confusos sobre e quando e como tem que fazer o adimento, o passo e longo porém focarei no passo mais direto que faz referencia ao aluno e os procedimentos que ele deve ficar atento durante os aditamentos e um erro exclusivo que muito ocorreErro "(MSG001) - Sisfies".

SAIBA MAIS

 Se você perdeu alguma informação ou não sabe onde encontrar mais informações sobre datas e dúvidas sobre os sites do Fies acesse Boleto Fies | Onde gerar, lá você terá mais informaçoes sobre boletos de pagamento do Fies - segunda via, datas , cronogramas de aditamento e muito mais.

A partir da contratação do primeiro semestre o aluno não precisa se preocupar com mais nada depois que tudo no ato da correria da contratação, ida a IES, CSPA e ao Agente financeiro, tudo tiver dado certo com a documentação o primeiro período o aluno fica isento de fazer qualquer aditamento.
No Segundo Período, já há a necessidade de aditamento, mas e fácil, se seu aditamento não ter nada que seja modificado pela CSPA ou por aluno, neste ponto e nos próximos o aluno deve:

I Aguardar um e-mail e-mail do FNDE com o link para o site do SisFies  informando a liberação do aditamento feito pela CSPA, onde eles ficam encarregados de informar os períodos já concluídos e os que faltam a cursar e os valores financeiros atualizados.
II O aluno ao receber este e-mail ira clicar nele e fazer a verificação das informações informadas pela comissão CSPA.

Das dificuldades de acesso ao Sisfies 

Muitas vezes podem ocorrem inconsistências na base de dados tão grande como estes, e alguns usuários depois que chega a data de aditamento, pode ocorrer vários erros, aqui irei citar um: quando chega a data de aditamento e o e-mail para vários alunos chegam, menos para você, e o aluno se dirigi a CSPA de sua IES, e lá eles lhe informam que já abriram o seu aditamento referente ao semestre.

O aluno terá que ir ao site Sisfies, O aluno irá fazer os procedimentos para entrar no sistema e podem ocorrer o este erro "(MSG001) - Cadastro solicitado com sucesso. Verifique seu e-mail para confirmá-lo."  neste momento não precisa se preocupar se você chegou até aqui vai conseguir fazer seu aditamento tranquilamente, basta seguir o passo a passo. 


Como solucionar o erro de acesso Erro (MSG001) - Sisfies

coloque seu CPF e clique em "esqueci minha senha".


Na tela seguinte clique em " Perdi meu e-mail".

Preencha todos  os campos como na imagem a segui, com seu e-mail, mesmo se seu e-mail for o mesmo pode colocá-lo.
Erro (MSG001) - Sisfies como corrigir facilmente este problema de acesso


Após concluído o passo anterior será enviado um e-mail com um link e uma senha provisório, acesse o link e faça o login, logo em seguida altere a senha para sua senha padrão.


E-mail para recuperação de acesso ao portal sisfies


Bom com isso concluímos, qualquer duvida não deixe de postar.

Coerções em java


Em nossa jornada de aprendizado lidamos com Conversão de tipos numéricos em java, agora iremos falar um pouco de Coerção, de acordo com Wikepédia, significa o ato de é o ato de induzir, pressionar ou compelir alguém a fazer algo pela força. Então a coerção nada e mais que a conversão forçada de tipos de dados primitivos, no caso estudado aqui java.
pressionar ou compelir alguém a fazer algo
Java oracle
Naturalmente temos tipos que são convertidos automaticamente como valores int para double, contudo há momentos que necessitamos fazer uso de um double como como inteiro, mas como neste caso estamos fazendo uso do armazenamento do de um valor maior em uma capsula menor então perderemos dados nesta conversão, mas já que muitas vezes nos deparamos com a necessidade da coerção (Casts) para isso usamos o comando colocando o tipo de dado a ser atacado entre parenteses, seguido pelo nome da variável a ser convertida.
Ex: double n1 = 10.80;
      int n2 = (int) n1; // saida da variável n2 = 10
Nesta coerção a parte flutuante da valor double e descartado quando feito a conversão para inteiro. Porém se quisermos também podemos arredondar o valor do ponto flutuante , neste caso usamos o método Math.round, que ira aproximar o valor para o mais próximo.
Ex: double n1 = 10.80;
      int n2 = (int) Math.round(n1); // saída da variável n2 = 11
Isso ocorrerá tendo o valor 0.5 como base para mais ou para menos no arredondamento do valor. uma observação que temos que fazer e que de cordo com a tabela de conversão de tipos, se tentarmos fazer a coerção entre tipos de dados que esta fora do intervalo do outro haverá perca de informações do dado neste caso o valor fica truncado, não tendo utilidade, pois não poderá se resgatar o valor real antes da conversão.
Coerções em java
Tipos de dados primitivos


 

Conversao de tipos numericos em java


Em toda linguagem de programação nos deparamos com a necessidade de fazermos  a migração de valores para outros tipos como no caso da linguagem java temos as seguintes conversões validas para tal procedimento.
Para entendermos bem isso temos que saber mais sobre a tabela de tipos primitivos de dados do java, com estas informações podemos também fazer a coerção, se você não sabe o que é a coerção então veja mais sobre em

Coerções em java



DADOS NUMÉRICOS
Tipos Inteiros:
Tipo Memória consumida Valor Mínimo Valor Máximo
byte 1 byte -128 127
short 2 byte -32.768 32.767
int 4 bytes -2.147.483.648 2.147.483.647
long 8 bytes -9.223.372.036.854.775.808 9.223.372.036.854.775.807
float 4 bytes -3,4028E + 38 3,4028E + 38 6 – 7 dígitos
double 8 bytes -1,7976E + 308 1,7976E + 308 15 dígitos

Configurando as variáveis de ambiente java no Linux


Configurando as variáveis de ambiente no LinuxPara que se possa utilizar o java para desenvolver aplicações precisamos sempre ter preparado o ambiente, como neste caso estamos usando o Linux (Debian) precisamos logo após a instalação do JDK configurar as variáveis de ambiente,

Imagem Linux com Java
Para que se possa utilizar o java para desenvolver aplicações precisamos sempre ter preparado o ambiente, como neste caso estamos usando o Linux (Debian) precisamos logo após a instalação do JDK configurar as variáveis de ambiente, no Linux e mais rápido e fácil que no Windows porém se você chegou até aqui mas seu sistema é o Windows não deixe de ver :

Configurando as variáveis de ambiente do java no Windows


Blog do KDS trazendo uma dica rápida

Agora para configurar o caminho das variáveis vamos apenas copiar o código a seguir e jogar ele no arquivo profile, neste caminho: /etc/profile
Para editá-lo você pode usar qualquer editor de texto eu sempre prefiro o nano, gedit ou o vim, quando abrir o arquivo vá ate o final dele dê um espaço e cole o código copiado

Se ainda não instalou nem a IDE nem o JAVA baixe aqui direto do site do fabricante Site oficial: Java SE Downloads - Oracle

JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/jdk7u1
PATH=$JAVA_HOME/bin:$PATH export PATH JAVA_HOME
CLASSPATH=$JAVA_HOME/lib/tools.jar
CLASSPATH=.:$CLASSPATH
export PATH JAVA_HOME CLASSPATH


Logo após salve e reinicie seu computador, após feito este procedimento você pode testar o resultado, abrindo o terminal e digitando: javac -version e java -version

java version "1.7.0_01"
    Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.7.0_01-b08)
    Java HotSpot(TM) Server VM (build 21.1-b02, mixed mode


Se tudo tiver correto será exibido no terminal o resultado da versão do seu java e do javac, com isso terminamos mais uma dicá rápida, compartilhe e salve este blog nos favoritos

Datasheet Positivo Premium /Placa mãe Clevo 6-71-M74S0-D05A GP


Disponibilizamos o esquema eletrônico da placa mãe, muito conhecido no meio da eletrônica como DATASHEET, o link e direto bastando apenas baixar, porém para possamos continuar a divulgar este e mais produtos deste tipo precisamos de sua colaboração divulgando o Blog do KDS - tecnologia & informação para assim podermos continuar com este projeto gratuito

Positivo Premium /Placa mãe Clevo 6-71-M74S0-D05A GP
Formato do aruivo: PDF
Tamanho:
Link para Download

Configurando as variáveis de ambiente do java


Configurando as variáveis de ambiente para utilização do java no windows
Configurando as variáveis de ambiente do java



Para quem irá fazer uso do java JDK para o desenvolvimento de aplicações em java precisamos criar um ambiente para este desenvolvimento no Windows, logo após a instalação do pacote de desenvolvimento precisamos apontar o caminho destino da localização do JAVAC.
Escolhemos o Java pois ela foi a linguagem de programação que mais ganhou adeptos com o passar do tempo sendo assim hoje em dia está sendo muito sendo desejada para a maioria dos programadores e entusiastas, ela ocupa uma grande gama dos eletroeletrônicos, automóveis e eletrodomésticos mais vendidos, e gerenciando estes hardware temos os  mini sistemas operacionais escritos em java.


Mas antes de continuarmos que tal fazermos o procedimento no seu Linux, e rápido e fácil veja mais em:

Configurando as variáveis de ambiente java no Linux

A preṕaração do ambiente é fácil, para isso iremos configurar as variáveis, que são os caminhos onde ficaram acessíveis os programas para que os compiladores sejam encontrados e possam executar seus códigos.
Criando o ambiente de trabalho
Neste processo criaremos e modificaremos as variáveis de ambiente
Como configurar as variáveis de ambiente do Java
Clique em novo e vamos dar o nome da variável de JAVA_HOME e no seu valor vamos atribuir o caminho do JDK instalado na sua máquina C:\Program Files\Java\jdk1.8.0_60
Agora vamos criar o CLASSPATH
Mas uma coisa muito boa de se saber e que não precisamos adicionar mais os caminhos do Jre e lib, agora que criamos o CLASSPATH e só indicarmos a variável JAVA_HOME e o caminho jre e lib
Para facilitar sua vida copie e cole o caminho completo sem duvidar ;)
(.;%JAVA_HOME%\lib;%JAVA_HOME%\lib\tools.jar;%JAVA_HOME%\lib\dt.jar;%JAVA_HOME%\lib\htmlconverter.jar;%JAVA_HOME%\jre\lib;%JAVA_HOME%\jre\lib\rt.jar
)
Já a variável PATH já notou que ela já existe nativamente no Windows, então no caso vamos apenas edita-la e modificaremos o seu valor vamos no caso adicionar o valor novamente da variável JAVA_HOME para que fique igual no caso só copie e cole o caminho seguinte
(;%JAVA_HOME%\bin)
Obs não precisa se importar com o que vem antes do código que você copiou e colou que nem no meu que é o seguinte “C:\Program Files (x86)\NVIDIA Corporation\PhysX\Common;C:\ProgramData\Oracle\Java\javapath;%SystemRoot%\system32;%SystemRoot%;%SystemRoot%\System32\Wbem;%SYSTEMROOT%\System32\WindowsPowerShell\v1.0\;C:\Program Files\Java\jdk1.8.0_60
Agora e só pressionar OK para que todas as modificações sejam confirmadas

A origem da orientação a objetos


A origem da orientação a objetos

http://www.blogdokdsti.com.br/2017/07/a-origem-da-oientacao-objetos.html
A origem da orientação a objetos
A POO (Programação Orientada a Objetos) o seu objetivo e aproximar o mundo digital do mundo real, atualmente os programadores tem uma curva de aprendizado positiva acentuada, a programação da década de 40 era feita em baixo nível todas as instruções eram dadas de acordo com o sistema operacional do computador, tornando mais difícil a construção, ficando neste período a construção pelos engenheiros tinham que programar para cada sistema de forma individual, depois veio a programação linear que são conjuntos de instruções de cima pra baixo já compreensível aos programadores porém com muitas limitações.
No decorrer veio a programação estruturada, onde deixou-se a linearidade para criação de pequenos blocos lógicos de instruções lineares organizados fora da ordem normal de para se alcançar o objetivo neste ponto surgiu os sistemas. Com o passar do tempo as linguagens e sistemas cresceram tanto que começou a ter falhas então a programação estruturada necessitou evoluir da criação de uma metodologia mais adequada as necessidades, dando surgimento a programação modular, que é o conjunto de pequenos módulos ou funcionalidades onde são agregados, para poderem compor sistemas maiores, porém teve uma breve vida útil, logo foi subistítuida pelo POO  a ordem cronológica foi:

PROGRAMAÇÃO DE BAIXO NÍVEL > PROGRAMAÇÃO LINEAR> PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA>PROGRAMAÇÃO MODULAR>PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO

O criador da programação orientada a objetos foi ALAN KAY, sendo a primeira linguagem de programação orientada a objetos o Smalltalk, por Alan kay e uma equipe de colaboradores na empresa Xerox

A programação era

Feita por grandes blocos de dados globais sendo estes formados por procedimentos,que vão processar estes blocos de dados e fazer uso destes dados podendo ou não serem feitos os uso destes blocos de dados atualmente em POO, os blocos de dados são divididos em pequenos segmentos, objetos ou dados de objetos onde serão acessados os dados dos objetos pelos métodos,  as linguagens compatíveis com POO C++, Java, PHP, Python, Ryby,Visual Basic

Vantagens

Confiabilidade
Pois o isolamento entre as partes gera software seguro. onde se alteramos uma parte, nenhuma outra é afetada.
Oportunidade
Na divisão das partes , as mesmas podem ser dividas paralelamente.
Manutenível
Atualizar o software torna-se mais fácil, pois qualquer modificação vai  beneficiar todas as partes que usarem este objeto atualizado
Extensível
O software não pode ser estático. pois ele deve crescer para continuar a ser útil
Reutilizável
É a reutilização de um código em algo semelhante com pequenas modificações
Natural
Facilidade em entender onde a preocupação fica mais funcional do que nos detalhes da implementação

O que é um objeto

 A melhor definição de um objeto, como por exemplo um  carro celular, relógio ou um pensamento propriamente dito objeto é tudo que seja tangível ou intangível, algo material propriamente dito ou abstrata como um pensamento, uma ideia, sendo percebida pelos sentidos e descrita por meio das suas características, comportamentos, ou estado em que se encontra o modelo seria um modelo ao qual se faz o objeto, sendo este modelo uma classe em programação dentro de uma classe encontramos o atributos, métodos e o estado. O instânciamento é a geração do objeto a partir da classe criada.

A soma do quadrado de três valores em Java ( Aula 2)


Exercicios feitos em java - ADS
Códigos em Java

A soma do quadrado de três valores em Java ( Aula 2)


/*
 * To change this license header, choose License Headers in Project Properties.
 * To change this template file, choose Tools | Templates
 * and open the template in the editor.
 */
package aulas;
import java.util.Scanner;
/**
 *
 * @author klebes
 *A soma do quadrado de três valores em Java ( Aula 2)
 * Blog do KDS TI
 * www.blogdokdsti.com.br acesse e veja mais codigos
 */
public class Aulas {


    public static void main(String[] args) {
     
       Scanner teclado = new Scanner(System.in);
       System.out.print("Digite um numero");
        int numer1 = teclado.nextInt();
        System.out.println("Digite o segundo numero");
        int numer2 = teclado.nextInt();
        System.out.println("Digite o terceiro numero");
        int numer3 = teclado.nextInt();
               System.out.println(Math.pow(numer1, 2) + Math.pow(numer2,2) + Math.pow(numer3,2));
     
     
             
    }

 
}

Elevando um numero ao quadrado usando a classe Math.pow


Exercicios de fixação em java
Códigos em Java
Atividade  em java no Netbeans
Aula 01 (Criando uma aplicação que calcula o quadrado de qualquer numero) usando a Classe Math.pow

/*
 * To change this license header, choose License Headers in Project Properties.
 * To change this template file, choose Tools | Templates
 * and open the template in the editor.
 */
package aulas;
import java.util.Scanner;
/**
 *
 * @author klebes
 * Elevar um numero qualquer ao quadrado em java
 * Blog do KDS TI
 * www.blogdokdsti.com.br acesse e veja mais codigos
 */
public class Aulas {


    public static void main(String[] args) {
     
       Scanner teclado = new Scanner(System.in);
       System.out.print("Digite um numero");
       long n = teclado.nextLong();
        System.out.println(Math.pow(n, 2));
     
     
             
    }

 
}


Retirando a mensagem de fim do cilindro Brother 7065-DN


Como retirar a mensagem de fim de vida do cilindro das impressoras Brother
Retirando a mensagem de fim do cilindro 

Retirando a mensagem de fim do cilindro Brother 7065-DN

Uma mensagem muito incoveniente pode aparecer com o passar do tempo de uso das impressoras aqui abordaremos a mensagem de "Troca de cilindro" de acordo com a Brother,se você ir no menu em informações do equipamento vera que o tempo de vida do cilindro estará em "0%" contudo é apenas uma mensagem erronea pois nem sempre siginifica o fim da vida utíl da unidade, assim não causará problemas no seu equipamento, para isso iremos fazer um pequeno reset no cilíndro da Brother DCP-7065, porém se aplica a maioria das impressoras deste fabricante.

Procedimento:

1 - Abra a porta frontal frontal do equipamento.
2 - Logo após clique no botao "Excluir/voltar".
3 - Escolha a opção "Sim", para isso clique no botão seta para cima em algumas maquinas.
4 - Feito tudo isso feche o equipamento e automaticamente ele reiniciará, ver você ir vizualizar informações sobre o equipamento não será encontrado o tempo de vida do cilindro "100%"
 Então pessoal mais uma dica rapida, não deixe de compartilhar esta postagem, assim voçê estará nos ajudando a divulgar e assim ajudar mais pessoas.

Versículos Populares do Livro de Cânticos

Nem muitas águas conseguem
apagar o amor;
os rios não conseguem levá-lo
na correnteza.
Se alguém oferecesse todas as riquezas
da sua casa para adquirir o amor,
seria totalmente desprezado.
Cânticos 8:7

Todos os atalhos estão abrindo com o Word - .lnk


 a partir dai todos os atalhos inclusive os da área de trabalho abrirão somente com o Word
Todos os atalhos estão abrindo com o Word

 

Todos os atalhos estão abrindo com o Word

Ola!, galerinha  seja bem vido ao Blog do KDS TI aqui iremos abordar mais uma solução rápida para quem fez uma pequena alteração no seu sistema operacional ,mas para muitos traz uma enorme dor de cabeça, um exemplo de como isso pode acontecer é se por acaso você ir no menu inciar e clicar sobre as propriedades de qualquer um daqueles atalhos e por pra abir com algum programa padrão tipo o Word, a partir dai todos os atalhos inclusive os da área de trabalho abrirão somente com o Word, eu também na empresa que trabalho passei por este pererenga uma única vez, pois isso e um caso muito raro geralmente e descuido do usuário podemos ver esta dica é um pouco mais a respeito sobre este problema direto no site da Microsoft, então vamos a dica rápida.

A modificação a seguir pode danificar irreparavelmente seu sistema operacional então siga o procedimento bem detalhadamente


Aplicado as versões do Windows 7,8,8.1 e 10


Abra o Regedit "regedit" (sem as aspas) e logo após pressione "OK" . Agora iremos localizar a seguinte pasta dentro dos registros do Windows:
HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Explorer\FileExts
 Agora vamos alterar o nome da pasta clique com no botão auxiliar do mouse e clique em renomear "FileExts" para "FileExts.kds" salve e reinicie sua maquina, pode ser que ao reiniciar demore um pouco para aparecer os ícones na área de trabalho, mas logo em seguida isto se normalizará, por enquanto e só isso pessoal, não deixe de clicar em compartilhar e divulgar contamos com sua ajuda.


Como compartihar HD NTFS com o samba


Compartilhando partições  com o samba Linux

O que é o servidor samba

O samba é uma camada de software livre smbd em que servidores linux podem compartilhar seus recursos com terminais clientes com sistemas operacionais windows, saiba mais sobre o samba em samba.org  de acordo com o Wikepedia Samba (software) foi criado " por Andrew Tridgell em 1992. Tridgell precisava montar um espaço em disco em seu PC para um servidor Unix. Esse computador rodava DOS e, inicialmente, foi utilizado o sistema de arquivos NFS (Network File System) para o acesso. Porém, um aplicativo precisava de suporte ao protocolo NetBIOS (que não era suportado pelo NFS)" disponivel em https://pt.wikipedia.org/wiki/Samba_(software)".
Utilizando o samba smb, podemos disponibilizar ampla gama de serviços tais como: serviço de impressão, arquivos e etc, todos de forma otimizada tanto quanto as disponiveis nos sistemas proprietarios mais famosos e difundidos. Pois conta com uma grande gama de configuraç'oes potenciais a seus servidores baseados no linux.
Este software livre esta protegido sobre a licença GNU (GNU's not Unix) geralmente ele vem instalado em distriuiçoes linux principalmente as que vem no modo DVD iso, porém se o seu sistema linux não possuir o software,  vamos começar o nosso artigo instalando o software com um belo artigo simples, tenha uma boa leitura!.

Antes de instalar o samba iremos preparar o sistema Linux com os usuarios e grupos que serao usados para fazerem acesso ao recursso, se no seu caso for compartilhamento security = user

Criando usuarios no linux

Podemos criar usuarios com ou sem a pasta de arquivos referente a este usuario, de preferencia para facilitar-mos o uso e nao ficar criando diretorios sem utilizaçao é mais segura pois tira algumas brechas que poderiam ser usadas para possiveis ataques de crackers com acesso aos serviços SSH e Telnet por isso damos mais enfase a criaçao, sem pasta do usuario, mas isso fica a seu criterio de escolha.
imagem 1 (Blog do KDSTI)
 Criando usuarios sem pastas no Linux

Criando usuarios no Linux sem pastas "Ficticios" 

Comando
# adduser --disabled-login --no-create-home katec

Criando usuarios no linux com suas pastas "Reais"

Comando
# adduser katec

2.0 Passo criação dos usuarios no samba

Esta etapa se trata apenas na verdade de pegar os usuarios criados no linux para fazer uma concessao com o serviço samba para isto usamos o comando:
criando usuarios no linux para acessarem compartilhamento no samba
Criando usuarios no Linux com pastas
# smbpasswd -a katec


2.1 Criando um grupo de usuarios (OPCIONAL)


Criando um grupo de usuarios podemos aplicar uma politica unica de segurança onde um determinado grupo em particular pode ter determinador acesso de escrita, leitura e execuçao. já qualquer outro usuario ou grupo ao que nao pertença as permissoes concedidas no samba e no linux
Comando
# addgroup ti


Instalando o samba servidor no Linux

A instalação do samba e facil e rapida e só continuar os comandos no terminal com o usuario root e digitar o seguinte comando.

apt-get install samba smbclient 

Com nosso compartilhamento samba já instalado em nosso computador, vamos partir para a criação dos usuarios que se conectaráo ao nosso servidor de arquivos, pois como o samba e uma aplicação que roda sobre um sistema onde para ter acesso a um arquivo ou serviço e preciso de acesso de um usuario,temos que fazer este passo para conceder o acesso ao serviço samba, esta etapa e dividada em duas subetapas: usuarios no linux e usuarios no samba


 2.2 Para montarmos uma unidade em NTFS ou EXT4 com montagem automatica

Devemos criar um ponto de montagem permanete, para isso devemos editar o arquivo fstab, fazendo uma pequena edição podemos fazer com que a unidade seja montada em um ponto fixo na inicialização do sistema. Veja na imagem a seguir:

Para montarmos uma unidade em NTFS ou EXT4 com montagem automatica
Criando um ponto de montagem permanete, editando o fstab no Linux




A unidade que utilizei foi /dev/sda5 e montarei em mnt/ e la já previamente criei uma pasta "arquivos " para alojar a montagem da unidade em ntfs, veja a imagem a seguir:
visualização das unidades para criação de ponto de montagem automatico
Usando o gparted linux para ver as informações das unidades
A imagem a seguir mostra como devemos configurar o arquivo fstab configurado preste atenção nos codigos que possuem as cores abaixo deles o codigo tem que ser seguido da mesma forma so mudando o formato da unidade ntfs,ext3, ext4, etc.
Montando a unidade ntfs para compartilhar no samba
Edição do arquivo fstab para montagem automatica de unidades
Comando
# /dev/sda5 /mnt/arquivos ntfs auto,rw,users 0 1

logo apos a conclusao da ediçao do fstab reinicie seu computador e nao se preocupe pois a unidade desaparecerá da abitual localizaçao ficando montada no caminho que especificamos "/mnt" neste caso voce pode clicar com o botao auxiliar e criar atalho para facilitar sua busca e visualização. como na imagem a seguir:

Com a montagem automatica podemos compartilhar qualquer unidade logica no samba
Montagem de unidade ntfs para compartilhar no samba Linux
Sempre observe qual o nome da sua unidade montada no meu caso é sda5  seu formato é ntfs e será montada na unidade /mnt/ o nome ao qual será dado arquivos

 Criando e configuranado o samba em smb.conf

Vamos ao passo de editar o e de forma generica tem muito mais a ser configurado e estudado veja mais em samba doc, mas por enquanto copie e cole ou como gosto de instuir escreva você mesmo para ativar sua memoria motora saiba mais sobre este tema, mas voltando ao tema veja a imagem a seguir:
configurando o samba smb.conf para compartilhar arquivos e recursos entre Linux e Windows
 Criando e configuranado o samba em smb.conf

#
[dados]
path = /mnt/dados
writable = yes
guest ok = yes

Após terminar a edição reinicie seu sistema operacional linux para que as modificaçoes sejam aplicadas ao sistema, ao inicar o sistema opercional note que o drive NTFS ou EXT4 nao aparecerá mais na lateral como de costume, pois ela já esta montada e para vê-la va ao caminho que montamos a partição /mnt/dados , neste caso se voce quiser por um atalho e so clicar com o botao auxiliar e fazer este procedimento, com isso terminanos esta etapa e passamos pra etapa final.

Criando o compartilahmento no Samba

Com tudo pronto, vamos fazer a criaçao das redes que iremos compartilhar os arquivos no samba, neste pate criaresmos o nome do compartilhamento, apontaremos o local de origem "path" e as diretrizes de acesso. Esta ediçao e feita no arquivo smb.conf
Comando
Apontaremos o local de origem "path" e as diretrizes de acesso. Esta ediçao e feita no arquivo smb.conf
Criando o compartilahmento no Samba
# [katec]
path = /mnt/arquivos
browseable = yes
read only = yes
guest ok = no
writable = yes
public = yes

Após termnar de editar e salvar faça uma reinicialização no serviço samba com o comando a seguir:
# /etc/init.d/smbd restart

Bom com tudo feito e funcionando e hora de partir-mos, não deixe de ler um pouco mais, neste caso e conhecimento para alma certo, deixe seu comentario, compartilhe pois contamos com esta força contamos para que cada dia cresssamos e possamos ajudar mais pessoas na area de tecnologia








Anterior Proxima Página inicial