A origem da orientação a objetos


A origem da orientação a objetos

http://www.blogdokdsti.com.br/2017/07/a-origem-da-oientacao-objetos.html
A origem da orientação a objetos
A POO (Programação Orientada a Objetos) o seu objetivo e aproximar o mundo digital do mundo real, atualmente os programadores tem uma curva de aprendizado positiva acentuada, a programação da década de 40 era feita em baixo nível todas as instruções eram dadas de acordo com o sistema operacional do computador, tornando mais difícil a construção, ficando neste período a construção pelos engenheiros tinham que programar para cada sistema de forma individual, depois veio a programação linear que são conjuntos de instruções de cima pra baixo já compreensível aos programadores porém com muitas limitações.
No decorrer veio a programação estruturada, onde deixou-se a linearidade para criação de pequenos blocos lógicos de instruções lineares organizados fora da ordem normal de para se alcançar o objetivo neste ponto surgiu os sistemas. Com o passar do tempo as linguagens e sistemas cresceram tanto que começou a ter falhas então a programação estruturada necessitou evoluir da criação de uma metodologia mais adequada as necessidades, dando surgimento a programação modular, que é o conjunto de pequenos módulos ou funcionalidades onde são agregados, para poderem compor sistemas maiores, porém teve uma breve vida útil, logo foi subistítuida pelo POO  a ordem cronológica foi:

PROGRAMAÇÃO DE BAIXO NÍVEL > PROGRAMAÇÃO LINEAR> PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA>PROGRAMAÇÃO MODULAR>PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO

O criador da programação orientada a objetos foi ALAN KAY, sendo a primeira linguagem de programação orientada a objetos o Smalltalk, por Alan kay e uma equipe de colaboradores na empresa Xerox

A programação era

Feita por grandes blocos de dados globais sendo estes formados por procedimentos,que vão processar estes blocos de dados e fazer uso destes dados podendo ou não serem feitos os uso destes blocos de dados atualmente em POO, os blocos de dados são divididos em pequenos segmentos, objetos ou dados de objetos onde serão acessados os dados dos objetos pelos métodos,  as linguagens compatíveis com POO C++, Java, PHP, Python, Ryby,Visual Basic

Vantagens

Confiabilidade
Pois o isolamento entre as partes gera software seguro. onde se alteramos uma parte, nenhuma outra é afetada.
Oportunidade
Na divisão das partes , as mesmas podem ser dividas paralelamente.
Manutenível
Atualizar o software torna-se mais fácil, pois qualquer modificação vai  beneficiar todas as partes que usarem este objeto atualizado
Extensível
O software não pode ser estático. pois ele deve crescer para continuar a ser útil
Reutilizável
É a reutilização de um código em algo semelhante com pequenas modificações
Natural
Facilidade em entender onde a preocupação fica mais funcional do que nos detalhes da implementação

O que é um objeto

 A melhor definição de um objeto, como por exemplo um  carro celular, relógio ou um pensamento propriamente dito objeto é tudo que seja tangível ou intangível, algo material propriamente dito ou abstrata como um pensamento, uma ideia, sendo percebida pelos sentidos e descrita por meio das suas características, comportamentos, ou estado em que se encontra o modelo seria um modelo ao qual se faz o objeto, sendo este modelo uma classe em programação dentro de uma classe encontramos o atributos, métodos e o estado. O instânciamento é a geração do objeto a partir da classe criada.

A soma do quadrado de três valores em Java ( Aula 2)


Exercicios feitos em java - ADS
Códigos em Java

A soma do quadrado de três valores em Java ( Aula 2)


/*
 * To change this license header, choose License Headers in Project Properties.
 * To change this template file, choose Tools | Templates
 * and open the template in the editor.
 */
package aulas;
import java.util.Scanner;
/**
 *
 * @author klebes
 *A soma do quadrado de três valores em Java ( Aula 2)
 * Blog do KDS TI
 * www.blogdokdsti.com.br acesse e veja mais codigos
 */
public class Aulas {


    public static void main(String[] args) {
     
       Scanner teclado = new Scanner(System.in);
       System.out.print("Digite um numero");
        int numer1 = teclado.nextInt();
        System.out.println("Digite o segundo numero");
        int numer2 = teclado.nextInt();
        System.out.println("Digite o terceiro numero");
        int numer3 = teclado.nextInt();
               System.out.println(Math.pow(numer1, 2) + Math.pow(numer2,2) + Math.pow(numer3,2));
     
     
             
    }

 
}

Elevando um numero ao quadrado usando a classe Math.pow


Exercicios de fixação em java
Códigos em Java
Atividade  em java no Netbeans
Aula 01 (Criando uma aplicação que calcula o quadrado de qualquer numero) usando a Classe Math.pow

/*
 * To change this license header, choose License Headers in Project Properties.
 * To change this template file, choose Tools | Templates
 * and open the template in the editor.
 */
package aulas;
import java.util.Scanner;
/**
 *
 * @author klebes
 * Elevar um numero qualquer ao quadrado em java
 * Blog do KDS TI
 * www.blogdokdsti.com.br acesse e veja mais codigos
 */
public class Aulas {


    public static void main(String[] args) {
     
       Scanner teclado = new Scanner(System.in);
       System.out.print("Digite um numero");
       long n = teclado.nextLong();
        System.out.println(Math.pow(n, 2));
     
     
             
    }

 
}


Retirando a mensagem de fim do cilindro Brother 7065-DN


Como retirar a mensagem de fim de vida do cilindro das impressoras Brother
Retirando a mensagem de fim do cilindro 

Retirando a mensagem de fim do cilindro Brother 7065-DN

Uma mensagem muito incoveniente pode aparecer com o passar do tempo de uso das impressoras aqui abordaremos a mensagem de "Troca de cilindro" de acordo com a Brother,se você ir no menu em informações do equipamento vera que o tempo de vida do cilindro estará em "0%" contudo é apenas uma mensagem erronea pois nem sempre siginifica o fim da vida utíl da unidade, assim não causará problemas no seu equipamento, para isso iremos fazer um pequeno reset no cilíndro da Brother DCP-7065, porém se aplica a maioria das impressoras deste fabricante.

Procedimento:

1 - Abra a porta frontal frontal do equipamento.
2 - Logo após clique no botao "Excluir/voltar".
3 - Escolha a opção "Sim", para isso clique no botão seta para cima em algumas maquinas.
4 - Feito tudo isso feche o equipamento e automaticamente ele reiniciará, ver você ir vizualizar informações sobre o equipamento não será encontrado o tempo de vida do cilindro "100%"
 Então pessoal mais uma dica rapida, não deixe de compartilhar esta postagem, assim voçê estará nos ajudando a divulgar e assim ajudar mais pessoas.

Versículos Populares do Livro de Cânticos

Nem muitas águas conseguem
apagar o amor;
os rios não conseguem levá-lo
na correnteza.
Se alguém oferecesse todas as riquezas
da sua casa para adquirir o amor,
seria totalmente desprezado.
Cânticos 8:7

Todos os atalhos estão abrindo com o Word - .lnk


 a partir dai todos os atalhos inclusive os da área de trabalho abrirão somente com o Word
Todos os atalhos estão abrindo com o Word

 

Todos os atalhos estão abrindo com o Word

Ola!, galerinha  seja bem vido ao Blog do KDS TI aqui iremos abordar mais uma solução rápida para quem fez uma pequena alteração no seu sistema operacional ,mas para muitos traz uma enorme dor de cabeça, um exemplo de como isso pode acontecer é se por acaso você ir no menu inciar e clicar sobre as propriedades de qualquer um daqueles atalhos e por pra abir com algum programa padrão tipo o Word, a partir dai todos os atalhos inclusive os da área de trabalho abrirão somente com o Word, eu também na empresa que trabalho passei por este pererenga uma única vez, pois isso e um caso muito raro geralmente e descuido do usuário podemos ver esta dica é um pouco mais a respeito sobre este problema direto no site da Microsoft, então vamos a dica rápida.

A modificação a seguir pode danificar irreparavelmente seu sistema operacional então siga o procedimento bem detalhadamente


Aplicado as versões do Windows 7,8,8.1 e 10


Abra o Regedit "regedit" (sem as aspas) e logo após pressione "OK" . Agora iremos localizar a seguinte pasta dentro dos registros do Windows:
HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Explorer\FileExts
 Agora vamos alterar o nome da pasta clique com no botão auxiliar do mouse e clique em renomear "FileExts" para "FileExts.kds" salve e reinicie sua maquina, pode ser que ao reiniciar demore um pouco para aparecer os ícones na área de trabalho, mas logo em seguida isto se normalizará, por enquanto e só isso pessoal, não deixe de clicar em compartilhar e divulgar contamos com sua ajuda.


Como compartihar HD NTFS com o samba


Compartilhando partições  com o samba Linux

O que é o servidor samba

O samba é uma camada de software livre smbd em que servidores linux podem compartilhar seus recursos com terminais clientes com sistemas operacionais windows, saiba mais sobre o samba em samba.org  de acordo com o Wikepedia Samba (software) foi criado " por Andrew Tridgell em 1992. Tridgell precisava montar um espaço em disco em seu PC para um servidor Unix. Esse computador rodava DOS e, inicialmente, foi utilizado o sistema de arquivos NFS (Network File System) para o acesso. Porém, um aplicativo precisava de suporte ao protocolo NetBIOS (que não era suportado pelo NFS)" disponivel em https://pt.wikipedia.org/wiki/Samba_(software)".
Utilizando o samba smb, podemos disponibilizar ampla gama de serviços tais como: serviço de impressão, arquivos e etc, todos de forma otimizada tanto quanto as disponiveis nos sistemas proprietarios mais famosos e difundidos. Pois conta com uma grande gama de configuraç'oes potenciais a seus servidores baseados no linux.
Este software livre esta protegido sobre a licença GNU (GNU's not Unix) geralmente ele vem instalado em distriuiçoes linux principalmente as que vem no modo DVD iso, porém se o seu sistema linux não possuir o software,  vamos começar o nosso artigo instalando o software com um belo artigo simples, tenha uma boa leitura!.

Antes de instalar o samba iremos preparar o sistema Linux com os usuarios e grupos que serao usados para fazerem acesso ao recursso, se no seu caso for compartilhamento security = user

Criando usuarios no linux

Podemos criar usuarios com ou sem a pasta de arquivos referente a este usuario, de preferencia para facilitar-mos o uso e nao ficar criando diretorios sem utilizaçao é mais segura pois tira algumas brechas que poderiam ser usadas para possiveis ataques de crackers com acesso aos serviços SSH e Telnet por isso damos mais enfase a criaçao, sem pasta do usuario, mas isso fica a seu criterio de escolha.
imagem 1 (Blog do KDSTI)
 Criando usuarios sem pastas no Linux

Criando usuarios no Linux sem pastas "Ficticios" 

Comando
# adduser --disabled-login --no-create-home katec

Criando usuarios no linux com suas pastas "Reais"

Comando
# adduser katec

2.0 Passo criação dos usuarios no samba

Esta etapa se trata apenas na verdade de pegar os usuarios criados no linux para fazer uma concessao com o serviço samba para isto usamos o comando:
criando usuarios no linux para acessarem compartilhamento no samba
Criando usuarios no Linux com pastas
# smbpasswd -a katec


2.1 Criando um grupo de usuarios (OPCIONAL)


Criando um grupo de usuarios podemos aplicar uma politica unica de segurança onde um determinado grupo em particular pode ter determinador acesso de escrita, leitura e execuçao. já qualquer outro usuario ou grupo ao que nao pertença as permissoes concedidas no samba e no linux
Comando
# addgroup ti


Instalando o samba servidor no Linux

A instalação do samba e facil e rapida e só continuar os comandos no terminal com o usuario root e digitar o seguinte comando.

apt-get install samba smbclient 

Com nosso compartilhamento samba já instalado em nosso computador, vamos partir para a criação dos usuarios que se conectaráo ao nosso servidor de arquivos, pois como o samba e uma aplicação que roda sobre um sistema onde para ter acesso a um arquivo ou serviço e preciso de acesso de um usuario,temos que fazer este passo para conceder o acesso ao serviço samba, esta etapa e dividada em duas subetapas: usuarios no linux e usuarios no samba


 2.2 Para montarmos uma unidade em NTFS ou EXT4 com montagem automatica

Devemos criar um ponto de montagem permanete, para isso devemos editar o arquivo fstab, fazendo uma pequena edição podemos fazer com que a unidade seja montada em um ponto fixo na inicialização do sistema. Veja na imagem a seguir:

Para montarmos uma unidade em NTFS ou EXT4 com montagem automatica
Criando um ponto de montagem permanete, editando o fstab no Linux




A unidade que utilizei foi /dev/sda5 e montarei em mnt/ e la já previamente criei uma pasta "arquivos " para alojar a montagem da unidade em ntfs, veja a imagem a seguir:
visualização das unidades para criação de ponto de montagem automatico
Usando o gparted linux para ver as informações das unidades
A imagem a seguir mostra como devemos configurar o arquivo fstab configurado preste atenção nos codigos que possuem as cores abaixo deles o codigo tem que ser seguido da mesma forma so mudando o formato da unidade ntfs,ext3, ext4, etc.
Montando a unidade ntfs para compartilhar no samba
Edição do arquivo fstab para montagem automatica de unidades
Comando
# /dev/sda5 /mnt/arquivos ntfs auto,rw,users 0 1

logo apos a conclusao da ediçao do fstab reinicie seu computador e nao se preocupe pois a unidade desaparecerá da abitual localizaçao ficando montada no caminho que especificamos "/mnt" neste caso voce pode clicar com o botao auxiliar e criar atalho para facilitar sua busca e visualização. como na imagem a seguir:

Com a montagem automatica podemos compartilhar qualquer unidade logica no samba
Montagem de unidade ntfs para compartilhar no samba Linux
Sempre observe qual o nome da sua unidade montada no meu caso é sda5  seu formato é ntfs e será montada na unidade /mnt/ o nome ao qual será dado arquivos

 Criando e configuranado o samba em smb.conf

Vamos ao passo de editar o e de forma generica tem muito mais a ser configurado e estudado veja mais em samba doc, mas por enquanto copie e cole ou como gosto de instuir escreva você mesmo para ativar sua memoria motora saiba mais sobre este tema, mas voltando ao tema veja a imagem a seguir:
configurando o samba smb.conf para compartilhar arquivos e recursos entre Linux e Windows
 Criando e configuranado o samba em smb.conf

#
[dados]
path = /mnt/dados
writable = yes
guest ok = yes

Após terminar a edição reinicie seu sistema operacional linux para que as modificaçoes sejam aplicadas ao sistema, ao inicar o sistema opercional note que o drive NTFS ou EXT4 nao aparecerá mais na lateral como de costume, pois ela já esta montada e para vê-la va ao caminho que montamos a partição /mnt/dados , neste caso se voce quiser por um atalho e so clicar com o botao auxiliar e fazer este procedimento, com isso terminanos esta etapa e passamos pra etapa final.

Criando o compartilahmento no Samba

Com tudo pronto, vamos fazer a criaçao das redes que iremos compartilhar os arquivos no samba, neste pate criaresmos o nome do compartilhamento, apontaremos o local de origem "path" e as diretrizes de acesso. Esta ediçao e feita no arquivo smb.conf
Comando
Apontaremos o local de origem "path" e as diretrizes de acesso. Esta ediçao e feita no arquivo smb.conf
Criando o compartilahmento no Samba
# [katec]
path = /mnt/arquivos
browseable = yes
read only = yes
guest ok = no
writable = yes
public = yes

Após termnar de editar e salvar faça uma reinicialização no serviço samba com o comando a seguir:
# /etc/init.d/smbd restart

Bom com tudo feito e funcionando e hora de partir-mos, não deixe de ler um pouco mais, neste caso e conhecimento para alma certo, deixe seu comentario, compartilhe pois contamos com esta força contamos para que cada dia cresssamos e possamos ajudar mais pessoas na area de tecnologia








Como criar uma diretiva de segurança IP - em 7 passos


Ensinarei um pouco de como administrar e configurar a politica de segurança

Aplica-se a: Windows Vista, Windows Server 2008, Windows 7, Windows 8.1, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012 R2, Windows Server 2012, Windows 8,, Windows 8.1,Windows 10
As configuraçoes de diretivas e um complemento de proteção para computadores pessoais ou servidores de serviços ou de rede. 

 Para que serve a diretiva de segurança IP no Windows?

Ela serve para: autenticaçao de usuarios em redes ou computadores, permissoes para qual recursos ou serviços cada usuario tem acesso.uma lista (Logs) das tarefas realizadas pelos usuarios ou pelo grupo.
Mas sem muita delonga vamos iniciar o tutorial 

Antes de comerçarmos com o nosso novo tutorial, vamos a dica: muitos aplicativos necessitam de permissoes especiais para rodarem então se por acaso vamos ver 

Habilitando a conta de administrador interno - Windows todas as versões

 assim poderemos fazer uso deste tutorial para aplicar as funcionailidades aqui buscada.


Como criar uma diretiva de segurança IP - em 7 passos



1. Abrir o executar teclando a combinação Win + R, nele digitar secpol.msc.
Como criar uma diretiva de segurança IP - em 7 passos
Abrindo o executar do windows.JPG


2. Selecione "Diretivas de segurança IP em Computador local".


3. Clique no botão auxiliar e abirá a caixa, nela clique em  "Criar Diretiva de Segurança IP".


4. No assistente de Diretiva de Segurança IP, clique em avançar.


5. Digite um nome (OPCIONAL) da diretiva e clique em avançar.


6. Marque a caixa de seleção "Ativar a regra de resposta padrão" ou deixe sem marcar e clique em avançar.
Obs Esta regra so é usada em diretiva do windows xp, sever 2003 e versoes anteriores, se não é o seu caso deixe desmarcada.








 

7. Para concluirmos estes procedimentos iremos fechar mais um procedimento de configuraçao do windows, referente a criaçao de diretivas de rede, TCP-IP.




Anterior Proxima Página inicial